Categorias
Memória

Concurso de Design para um Rio melhor

Estudantes dos cursos de graduação em Design, Arquitetura e Urbanismo, considerando todas as especializações e habilidades, podem concorrer com trabalhos na Semana de Design.

Estudantes dos cursos de graduação em Design, Arquitetura e Urbanismo, considerando todas as especializações e habilidades, podem concorrer com trabalhos na Semana de Design, evento promovido pelo jornal O Globo, que, além da notoriedade para os vencedores, vai distribuir prêmios em dinheiro para os escolhidos pelo júri técnico. As inscrições estão abertas desde o dia 11/8 e podem ser feitas no site www.semanadesignrio.com.br/concurso até o dia 1º/10.
 
Os estudantes devem formar grupos de até três alunos, que vão apresentar trabalhos com sugestões criativas e eficientes para atender às demandas cada vez mais complexas da cidade do Rio de Janeiro. 
 
A seleção dos projetos ocorrerá em quatro categorias: Mover (voltado para interferência em espaços relacionados à mobilidade urbana); Sustentar (voltado para interferência e aprimoramento de modelos econômicos, sociais e o ambiente); Habitar (voltado para soluções para abrigo e mais ocupação de espaços) e Brincar (voltado para interferência em espaços relacionados a lazer, esportes, diversão e entretenimento).
 
De acordo com os organizadores, o que se busca são novas soluções para cada um dos problemas. “Serão admitidas releituras, mas preferimos novas ideias ou até novos paradigmas. Os projetos podem se traduzir em produtos, serviços, sistemas e plataformas digitais ou de comunicação”, explicou o designer Daniel Kraichete. 
 
Nesta segunda edição do evento, que acontece entre 5 e 9/11, no Jockey Club, a participação está aberta a estudantes de universidades públicas e particulares, sendo que não há restrição para os participantes que sejam da mesma instituição.
 
Alunos da pós-graduação serão aceitos no concurso, desde que comprovem estar com a matrícula ativa. Todos, porém, devem apresentar um professor-orientador para o projeto. Os vencedores serão conhecidos no dia 8/11, após passarem por uma avaliação do júri técnico e votação popular.
 
Para a elaboração do concurso, o jornal contou com a consultoria de diretores de cursos de graduação e pós-graduação das áreas envolvidas, entre elas a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da UFRJ, que sugeriram temas e critérios de avaliação adequados aos currículos da academia.
 
Ano passado, o tema dos projetos avaliados foi "O subúrbio nos trilhos”. A coordenação do concurso foi do presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Sérgio Magalhães, também professor da FAU, e das professoras Margareth Pereira, Patrícia Maya e Solange Carvalho. 
 
Os estudantes Aline Morgado, Pedro Valcarce e Sabrina Fentanes levaram o troféu ao apresentar o projeto batizado de “Madureira, um novo centro metropolitano”, que consistia na utilização intermodal do espaço, para que o usuário acessasse com facilidade o trem, a estação do BRT Transcarioca e os ônibus do terminal rodoviário. A sugestão era de criar uma cobertura, escadas rolantes, elevadores e área de lojas. Para embelezar o entorno, um calçadão verde, com ciclovia. O projeto para Madureira foi a escolha tanto do júri técnico formado por cinco especialistas quanto da votação popular no site do jornal O Globo.