Categorias
Memória

Seminário Internacional Ditadura e Democracia na América Latina

“Nesse momento em que há lideranças supostamente de esquerda, ou que chamam de populista, assumindo o poder na América Latina; nós reuniremos aqui uma série de historiadores do Brasil, da Argentina, Uruguai, Chile e Paraguai para discutir Ditadura e Democracia na América Latina. Esta é uma questão histórica fundamental para o nosso continente já que ele tem uma trajetória democrática muito frágil”, declara o professor Carlos Fico do Departamento de História e do Programa de Pós-graduação em História Social.

 “Nesse momento em que há lideranças supostamente de esquerda, ou chamadas de populista, assumindo o poder na América Latina; nós reuniremos aqui uma série de historiadores do Brasil, da Argentina, Uruguai, Chile e Paraguai para discutir Ditadura e Democracia na América Latina. Esta é uma questão histórica fundamental para o nosso continente já que ele tem uma trajetória democrática muito frágil”, declara o professor Carlos Fico do Departamento de História e do Programa de Pós-graduação em História Social.
Ele é um dos palestrantes convidados a integrarem os debates do Seminário Internacional Ditadura e Democracia na América Latina, que acontecerá de 21a 23 de novembro no Salão Nobre do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) da UFRJ.
A inscrição pode ser feita na Secretaria do Programa de Pós-Graduação em História Social do IFCS, entre 8h e 17h, no Largo de São Francisco de Paula, n. 1, segundo andar, Centro, Rio de Janeiro. Para outras informações: (21) 8706-0492.

Confira abaixo a programação do evento:

TERÇA FEIRA, 21 DE NOVEMBRO
10H – ABERTURA

10H30MIN – CONFERÊNCIA DE ABERTURA: “LA PROBLEMÁTICA LATINOAMERICANA POST-DEMOCRATIZACIÓN”, COM MANUEL ANTONIO GARRETÓN (UNIVERSIDAD DE CHILE)
APRESENTAÇÃO: FRANCISCA AZEVEDO (UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO, BRASIL)

14H – ACERVOS
CÉLIA COSTA (CENTRO DE PESQUISA E DOCUMENTAÇÃO DE HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA DO BRASIL DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS, BRASIL): “A SITUAÇÃO DOS ACERVOS BRASILEIROS SOBRE A DITADURA MILITAR”
ALFREDO BOCCIA PAZ (ULTIMA HORA, PARAGUAI): “ARQUIVOS DO TERROR DO PARAGUAI”
DARIO OLMO (EQUIPO ARGENTINO DE ANTROPOLOGÍA FORENSE, ARGENTINA): “EL TRABAJO ENTRE HUESOS Y PAPELES. LA TRAYECTORIA DEL EAAF: INVESTIGANDO EL TERRORISMO DE ESTADO EN ARGENTINA”

18H – GOLPES E DITADURAS
DIEGO SEMPOL (CENTRO LATINOAMERICANO DE ECONOMÍA HUMANA, URUGUAI): “LA CRISIS Y EL GOLPE. A MÁS DE 30 AÑOS”
CARLOS FICO (UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO, BRASIL): “OS GOLPES DE 1964 E 1966 NO BRASIL E NA ARGENTINA E O PAPEL DOS ESTADOS UNIDOS”
ALBERTO AGGIO (UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA, BRASIL): “O CHILE DE ALLENDE: ENTRE A DERROTA E O FRACASSO”

QUARTA FEIRA, 22 DE NOVEMBRO
10H – REPRESSÃO E VIOLÊNCIA
CELSO CASTRO (CENTRO DE PESQUISA E DOCUMENTAÇÃO DE HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA DO BRASIL DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS, BRASIL): “A MEMÓRIA MILITAR SOBRE A REPRESSÃO”
ENRIQUE PADRÓS (UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL): “REPRESSÃO E VIOLÊNCIA: DIMENSÕES DO TERROR DE ESTADO”
LUDMILA CATELA (CONSEJO NACIONAL DE INVESTIGACIONES CIENTÍFICAS Y TÉCNICAS – UNIVERSIDAD NACIONAL DE CORDOBA, ARGENTINA): “VIOLENCIA POLÍTICA Y DICTADURA EN ARGENTINA: 30 AÑOS DESPUÉS, QUÉ SE RECUERDA?”
PRISCILA ANTUNES (UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS, BRASIL): “SERVIÇOS SECRETOS E DITADURA NO CONE SUL: UMA ANÁLISE HISTÓRICO-INSTITUCIONAL DOS SERVIÇOS DE INFORMAÇÕES NO BRASIL, CHILE E ARGENTINA”

14H – EXIBIÇÃO DO DOCUMENTÁRIO “NIETOS (IDENTIDAD Y MEMORIA)”, DE BENJAMÍN ÁVILA (2003)

15H30MIN – EXIBIÇÃO DO DOCUMENTÁRIO “A BATALHA DO CHILE: O GOLPE DE ESTADO”, DE PATRICIO GUZMÁN (1977)

18H – MOVIMENTOS DE RESISTÊNCIA E OPOSIÇÃO
MARIA PAULA ARAÚJO (UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO, BRASIL): “ESQUERDAS, JUVENTUDE E RADICALIDADE POLÍTICA NA AMÉRICA LATINA NOS ANOS 60 E 70”
PATRÍCIA VALDEZ (MEMORIA ABIERTA, ARGENTINA): “EL MOVIMIENTO DE DERECHOS HUMANOS: ACTOR CLAVE DE LA RESISTENCIA A LA DICTADURA”
MARIETA DE MORAES FERREIRA (UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO, BRASIL) E ALEXANDRE FORTES (UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, BRASIL): “MOVIMENTOS SOCIAIS E ORGANIZAÇÃO PARTIDÁRIA NO BRASIL DURANTE A DITADURA MILITAR”

QUINTA FEIRA, 23 DE NOVEMBRO
10H – PROCESSOS DE REDEMOCRATIZAÇÃO
JAIME DE ALMEIDA (UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA, BRASIL): “ENTRE O BRASIL E A COLÔMBIA, UMA EXPERIÊNCIA PESSOAL”
MIGUEL LOPEZ (UNIVERSIDAD NACIONAL, PARAGUAI): “STROESSNER, TODAVIA: UN PASADO MUY PRESENTE”
MARIA CELINA D´ARAUJO (CENTRO DE PESQUISA E DOCUMENTAÇÃO DE HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA DO BRASIL DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS, BRASIL): “DENSIDADE DEMOCRÁTICA E INSTABILIDADE NA REDEMOCRATIZAÇÃO LATINO-AMERICANA”

14H – TARDE DE AUTÓGRAFOS E LANÇAMENTOS DE LIVROS RELACIONADOS AO TEMA DO SEMINÁRIO

16H – DIREITOS HUMANOS E COMISSÕES DE VERDADE
PONCIANO DEL PINO (UNIVERSITY OF WISCONSIN-MADISON): “MEMORIA, VIOLENCIA Y VERDAD: REFLEXIONES SOBRE LA COMISIÓN DE LA VERDAD DEL PERU”
ELIZABETH JELIN (CONSEJO NACIONAL DE INVESTIGACIONES CIENTÍFICAS Y TÉCNICAS – INSTITUTO DE DESARROLLO ECONOMICO Y SOCIAL, ARGENTINA): “LA JUSTICIA DESPUÉS DEL JUICIO: LEGADOS Y DESAFÍOS EN LA ARGENTINA POST-DICTATORIAL”
SAMANTHA QUADRAT (UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE, BRASIL): “A EMERGÊNCIA DO TEMA DOS DIREITOS HUMANOS NA AMÉRICA LATINA”

19H – CONFERÊNCIA DE ENCERRAMENTO: “HISTÓRIA E MEMÓRIA DA DITADURA MILITAR ARGENTINA: 1976-1983”, COM MARIA HELENA CAPELATO (UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO)
APRESENTAÇÃO: CARLOS FICO (UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO, BRASIL)

PROMOÇÃO
Programa de Pós-graduação em História Social da UFRJ

APOIO
CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO
FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA JOSÉ BONIFÁCIO