Categorias
Memória

Ônibus internos mudam em novembro

A partir de segunda-feira (3/11), a Cidade Universitária contará com uma nova frota de ônibus internos para atender à comunidade que circula diariamente pela UFRJ. Serão 16 veículos, dotados de condicionadores de ar e capacidade para levar 80 pessoas.

A partir de segunda-feira (3/11), a Cidade Universitária contará com uma nova frota de ônibus internos para atender à comunidade que circula diariamente pela UFRJ. Serão 16 veículos, dotados de condicionadores de ar e capacidade para levar 80 pessoas (metade sentadas), que percorrerão três itinerários iniciais: a linha 1 (laranja), a linha 2 (azul) e a linha 3 (verde). A primeira delas percorrerá um trajeto mais extenso que irá abranger a maior parte das ruas e avenidas do campus, levando perto de uma hora para completar a volta.

Para promover a imediata substituição da atual empresa contratada para o serviço de transporte interno, a Prefeitura Universitária precisou submeter à Procuradoria-Geral Federal na UFRJ o novo Termo de Referência com condições de atendimento ao campus e acabou surpreendida por uma série de restrições, como a suspensão do atendimento no período entre meia-noite e 6 horas da manhã e de circular na Vila Residencial.

Apesar dos recursos e alegações da Superintendência-Geral de Políticas Estudantis (Superest), as restrições foram mantidas como condição para retirar a atual contratada, que já não prestava o serviço de forma plena. "Os ônibus estavam em estado precário de conservação, alguns até sem os assentos, o que colocava em risco os usuários. Além disso, houve sensível redução da frota no exato momento em que a integração com o Sistema BRT passou a operar", esclareceu o prefeito da UFRJ, Ivan Carmo.

A universidade se empenhou para manter a circulação no interior da Vila Residencial, justificando que na região vivem muitos servidores e centenas de alunos. No entanto, a Procuradoria manteve a posição. Como cabe à Prefeitura Universitária fiscalizar os serviços contratados pela UFRJ, a única alternativa é cumprir a determinação. "Buscaremos a solução de atender aos limites autorizados, o que demandará a construção de uma via entre as ruas Maurício Jopert e Paulo Emídio Barbosa", explicou Ivan Carmo.

Outras soluções estão sendo pensadas, de acordo com o prefeito da UFRJ, como o uso de veículos elétricos adquiridos com o Fundo Verde – parceria do governo estadual, da Light e da UFRJ para projetos de infraestrutura sustentável em setores de geração, consumo de energia e de mobilidade urbana – para circular durante a madrugada, atendendo, prioritariamente, os locais de residência estudantil.

Mais opções de ônibus para o Centro

Segundo o prefeito da UFRJ, alterações no deslocamento interno vão ocorrer também para melhorar a mobilidade na Cidade Universitária. Ivan Carmo informou que a SMTR vai liberar a passagem dos ônibus que saem da Ilha do Governador em direção ao Centro pelo campus universitário. "Hoje, os alunos acabam reféns de apenas uma empresa de ônibus e agora poderão contar com mais quatro linhas (321, 323, 325 e 327) passando pela Avenida Horácio Macedo".

Ele adiantou ainda que está em contato com a CET-Rio para que o ingresso pela ponte velha do Galeão à Cidade Universitária não seja restrito apenas aos ônibus alimentadores, o que desafogará o retorno atual por baixo do viaduto da Linha Vermelha. "É expressivo o número de pessoas que se beneficiarão com a alternativa, que era adotada quando tínhamos as pistas da Saída Norte", informou.

Finalmente, Ivan Carmo revelou que está empenhado em resgatar o que foi acordado quando a universidade aprovou o projeto do BRT na Cidade Universitária. "O semáforo precisa urgentemente recuperar a orientação original apresentada em diversas reuniões. No cruzamento da Avenida Carlos Chagas Filho com a Avenida Brigadeiro Trompowsky, ele deveria, por projeto aprovado pela UFRJ, permanecer aberto, sendo fechado apenas nos momentos de passagem dos ônibus articulados do Sistema BRT", concluiu.

SMTR anuncia aumento da oferta de linhas na Cidade Universitária

A partir deste sábado (01/11), quatro novas linhas passam a circular pela Cidade Universitária. As Linhas 321,  323, 325 e 327, que seguiam direto pela Linha Vermelha sentido Centro, passam a fazer integração com o BRT no Terminal Aroldo Melodia, na entrada do campus. O novo itinerário atende também o Hospital Universitário, o Centro de Ciências da Saúde (CCS), o CENPES, a Faculdade de Letras e o Centro de Tecnologia (CT), saindo pela Ponte do Saber, por onde acessa, então, a Linha Vermelha.

A implantação das mudanças nos itinerários foi possível a partir de estudos conjuntos da SMTR com a Prefeitura da Cidade Universitária, que resultou na abertura das pistas de ligação da Av. Brigadeiro Trompowski para a Rua Luís Renato Caldas e da Rua Professor Rodolpho Paulo Rocco. A medida beneficia alunos, professores e funcionários da UFRJ e aos moradores da Ilha do Governador, que terão mais opções de acesso à Cidade Universitária, sem prejudicar os demais passageiros, já que não haverá prejuízo no tempo de viagem. O itinerário de chegada dessas linhas à Ilha do Governador permanece o mesmo.

Linhas com itinerário alterado:
321 – Bancários – Castelo (Via Linha Vermelha)
323 – Bananal – Castelo (Via Cacuia)
325 – Ribeira – Castelo (Via Linha Vermelha)
327 – Ribeira – Castelo (Via Linha Vermelha)

Itinerário alterado:
… , Estrada do Galeão, Av. Brigadeiro Trompowski, Ponte do Galeão, Av. Brigadeiro Trompowski, Pista de Acesso ao Terminal Aroldo Melodia (BRT Trancarioca Fundão), Rua Luís Renato Caldas, Terminal Aroldo Melodia (BRT Transcarioca Fundão), Rua Professor Rodolpho Paulo Rocco, Av. Carlos Chagas Filho, Praça Edson Abdalla Saad, Av. Horácio Macedo, Praça Giulio Massarani, Av. Horácio Macedo, Av. Pedro Calmon, Ponte do Saber, Via Expressa Presidente João Goulart (Linha Vermelha), …