Categorias
Memória

UFRJ e Bio-Manguinhos desenvolvem kit para teste de HIV

A UFRJ e a Bio-Manguinhos, parceiras desde 2004, desenvolveram, em mais uma colaboração, um componente para o Kit NAT HIV/HCV, conhecido como partícula calibradora. O NAT (técnicas de biologia molecular para ácidos nucleicos) é um teste molecular capaz de reduzir a janela imunológica, período entre a contaminação pelo vírus (no caso, HIV ou HCV) e a sua detecção. Trata-se de um exame complementar aos testes sorológicos realizados em bancos de sangue de todo o país.

A UFRJ e a Bio-Manguinhos, parceiras desde 2004, desenvolveram, em mais uma colaboração, um componente para o Kit NAT HIV/HCV, conhecido como partícula calibradora. O NAT (técnicas de biologia molecular para ácidos nucleicos) é um teste molecular capaz de reduzir a janela imunológica, período entre a contaminação pelo vírus (no caso, HIV ou HCV) e a sua detecção. Trata-se de um exame complementar aos testes sorológicos realizados em bancos de sangue de todo o país.

Nos testes convencionais, a janela imunológica do HIV é de 22 dias, e do HCV é de 70 dias. No NAT, esse período é reduzido para 11 e 12 dias, respectivamente. A partícula calibradora permite detectar, controlar, corrigir, validar e quantificar a carga viral de cada amostra a ser testada, o que é um diferencial do kit feito pela Bio-Manguinhos e a UFRJ, em relação aos demais kits existentes no mercado.