Categorias
Memória

Conselho aprova moção de repúdio à prisão de manifestantes

A sessão do Conselho Universitário desta quinta (24/03), aprovou moção de repúdio à prisão de 13 manifestantes, no último dia 18, durante ato contra a visita do presidente estadunidense Barack Obama.

A sessão do Conselho Universitário desta quinta (24/03) aprovou moção de repúdio à prisão de 13 manifestantes, no último dia 18, durante ato contra a visita do presidente estadunidense Barack Obama. Entre os detidos estavam dois estudantes da UFRJ, que foram mantidos incomunicáveis durante a prisão. A seguir, a moção na íntegra.

“O Conselho Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro, reunido em sessão ordinária, em 24 de março de 2011, manifesta seu veemente repúdio em face da ação policial praticada contra manifestantes que participaram do ato público de protesto por ocasião da visita do presidente dos Estados Unidos da América ao Brasil, realizado em 18 de março último, nesta cidade do Rio de Janeiro.

A prisão de treze manifestantes, dentre os quais dois estudantes da UFRJ, caracterizou-se por arbitrariedade e truculência inaceitáveis, porque incompatíveis com as normas que regem o estado democrático de direito. A detenção dos presos em unidades do sistema penitenciário do estado, agravada por períodos de incomunicabilidade, constituiu exorbitância abusiva de direitos somente comparáveis àquelas perpetradas contra cidadãos brasileiros e estrangeiros durante o regime militar ditatorial; já, há muito, suplantado pela sociedade civil organizada pela vontade soberana do povo brasileiro.”

Leia também:

Manifestantes são presos durante ato