Categorias
Memória

Into e UFRJ recrutam 400 voluntários para estudo sobre tratamento da osteoporose

UFRJ e Into  estão convocando 400 pacientes, acima de 60 anos, com osteoporose diagnosticada, para pesquisa no projeto Osteoprev. O estudo visa a comparar a eficácia de quatro medicamentos já disponíveis no mercado nacional para tratar a doença.

O Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) estão convocando 400 pacientes (homens e mulheres), acima de 60 anos, com osteoporose diagnosticada, para serem voluntários no projeto Osteoprev. O estudo visa a comparar a eficácia de quatro medicamentos já disponíveis no mercado nacional para tratar a doença.

Os voluntários receberão as drogas e acompanhamento médico, gratuitamente, durante o estudo. Os que ingressarem na pesquisa serão submetidos periodicamente a exames de imagem (radiografia, densiometria e tomografia óssea) e de sangue. A ideia é analisar a eficácia do tratamento com diferentes medicações. Ao final de um ano, os pesquisadores envolvidos esperam dar subsídios ao Ministério da Saúde na definição de uma política pública sobre o tema.

O estudo é financiado pela Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) em parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), Ministério da Saúde, Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE) e Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit).

Para participar do projeto, o cadastro pode ser feito on-line, no site http://www.into.saude.gov.br/conteudo.aspx?id=184, ou por telefone, no número 3512-4999 (ramais: 365 e 366). O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h.