Categorias
Memória

UFRJ aguarda retirada de equipamentos para ocupar o Canecão

A área de 36 mil m2 antes ocupada pela casa de shows Canecão e pelo Bingo Botafogo está reincorporada ao patrimônio sob responsabilidade da UFRJ. No entanto, a universidade ainda não pode fazer uso do terreno. Com relação ao Canecão, o Grupo Priolli, antigo ocupante do espaço, ainda deve retirar o mobiliário que se encontra no interior da casa.

Oficialmente, a área de 36 mil m2 antes ocupada pela casa de shows Canecão e pelo Bingo Botafogo está reincorporada ao patrimônio sob responsabilidade da UFRJ. No entanto, a universidade ainda não pode fazer uso do terreno. Com relação ao Canecão, o Grupo Priolli, antigo ocupante do espaço, ainda deve retirar o mobiliário que se encontra no interior da casa. “Estamos aguardando a determinação da Justiça Federal que ordenará a retirada. Enquanto isso, não podemos efetivamente ocupar o local”, afirma Helcio Carlos Gomes, diretor de Patrimônio da Pró-reitoria de Planejamento e Desenvolvimento (PR-3), segundo quem, a Procuradoria Federal-UFRJ está tentando agilizar o processo.

Pelo lado de fora, já possível notar que parte dos letreiros que anunciavam as atrações musicais da casa já foram removidos. No entanto, ainda não é possível visualizar o nome da UFRJ na fachada do prédio, como defendeu Isabel Azevedo, assessora especial da Pró-Reitoria de Extensão (PR-5), durante reunião com representantes das unidades dia 17 de dezembro, em encontro no salão do Conselho Universitário. “Devemos ocupar o mais rápido possível aquele espaço”, afirmou Isabel.

O grupo de arquitetos liderado pelo professor Pablo Benetti, presidente do Comitê Técnico do Plano Diretor (CTPD) e professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU/UFRJ), esteve no prédio outrora ocupado pelo Bingo Botafogo na última semana. “Fomos analisar a possibilidade de instalar salas de aula no andar superior. Pelo que pudemos constatar, é viável”, contou o docente, ressaltando a necessidade de uma discussão com toda a comunidade para decidir sobre a ocupação do local.
Os debates sobre os usos da área devem ser retomados a partir da segunda semana de fevereiro. Isabel Azevedo sugeriu a apresentação de uma proposta para o espaço na primeira Plenária de Decanos e Diretores de 2011, a ser realizada em março.

Entenda
O terreno outrora ocupado pelo Bingo Botafogo foi reincorporado à UFRJ após decisão da 5ª Turma Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, em julho de 2008. A área foi reconhecida, em 1963, como pertencente à universidade por técnicos da Secretaria do Patrimônio da União, que fizeram a delimitação da área e consultaram diversos documentos e cadastros. No entanto, a entidade beneficiada com o terreno desde 1950 era a Associação dos Servidores Civis do Brasil (ASCB), que, em vez de usá-lo como sede esportiva e social gratuita, sublocava partes da área.

Já o terreno onde funcionava a casa de show Canecão, localizado à Rua Venceslau Braz, 215, em Botafogo, foi reintegrado à universidade por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), em 10 de maio último, após 39 anos de batalha judicial.
A edição 58 do Jornal da UFRJ, a ser publicada em fevereiro, trará uma matéria especial sobre o tema.

Leia também:

UFRJ debate propostas de uso para áreas reincorporadas

O Canecão é nosso!…

Canecão em debate no CFCH

UFRJ retoma posse do Canecão

UFRJ recupera na justiça prédio ocupado pelo Canecão