Categorias
Memória

Trote: conhecimento não rima com violência

Reitoria da UFRJ e DCE-Mário Prata lançam campanha pelo trote não violento.

Caro(a) novo(a) estudante da UFRJ!

Este momento, de sua entrada na Universidade Federal do Rio de Janeiro, é de grande satisfação para nossa comunidade. Trata-se da consolidação do papel da Universidade, de sua missão de formação da juventude e de produção do conhecimento. Por isso, a vida universitária é cada vez mais permeada pelo esforço por sua transformação, para democratizá-la, abrir suas portas para a sociedade, gerar conhecimento para a superação das limitações e problemas de nossa sociedade. Sua presença é garantia da continuação desse ciclo de trabalho. Sendo assim, a comunidade acadêmica prepara-se neste período para recebê-lo(a), esperando que você possa se fazer integrar e contribuir para esse processo. A instituição promove a Aula Magna e aulas inaugurais. Os estudantes e suas entidades de representação organizam “calouradas” e “trotes”, que são atividades planejadas para a interação com as pessoas, conhecimento institucional, aguçamento de interesses sobre a produção acadêmica e questões estudantis e de direitos sociais. 

Esta recepção, infelizmente, muitas vezes, não caminha junto com os propósitos da Universidade. Ao contrário, vai no passo oposto do compromisso da instituição com a construção de uma sociedade justa e a difusão de uma cultura humanística e crítica. É o caso de muitas atividades que acontecem em meio aos trotes, que só fazem reproduzir estigmas sociais, a desigualdade entre novos e antigos, homens e mulheres, pobres e ricos. Enfim, ficam mergulhadas em uma cultura de violência. Tais atividades não encontram apoio da comunidade acadêmica e são rejeitadas pela instituição universitária e organizações estudantis.

Desejamos a você uma vida universitária fértil, para a qual este início é muito importante. Afirmamos assim que o divertimento – a celebração feliz deste começo – e a solidariedade devem ser para todos(as) que fazem parte desta comunidade,  para os que já se encontram nela e para você, juntamente com os outros milhares de jovens e adultos que chegam aqui neste momento. Este não é apenas um desejo, é um compromisso institucional e das entidades que cuidam dos interesses dos estudantes.  Existem diversos instrumentos à sua disposição: a direção da Unidade onde vai estudar, a Ouvidoria Geral da UFRJ, os Centros Acadêmicos e o Diretório Central dos Estudantes. Recuse qualquer preconceito, constrangimento, humilhação. E venha fazer parte da UFRJ, centro de construção de saber com o privilégio de poder servir à sociedade.

Bem-vindo(a)!

Reitoria da UFRJ e Diretório Central dos Estudantes (DCE-Mário Prata)