Categorias
Memória

Praia Vermelha se prepara para a volta às aulas

Prefeitura Universitária da UFRJ trabalha, desde janeiro, na reforma da rede de iluminação, manutenção dos jardins, mudanças no estacionamento e projetos de inclusão social.

 Os estudantes das unidades situadas na Praia Vermelha podem esperar por mudanças no campus com o início das aulas. A Prefeitura Universitária da UFRJ trabalha, desde janeiro, em obras de manutenção no local. As ações realizadas vão de reformas na rede de iluminação e manutenção dos jardins a mudanças no estacionamento e projetos de inclusão social.

Segundo Hélio de Mattos, prefeito da UFRJ, a operação de maior importância da Praia Vermelha é a resolução dos problemas de infiltrações nas salas de aula. “De janeiro para cá nós tivemos vazamentos na cobertura da Praia Vermelha. Então, foram realizadas intervenções no Palácio Universitário visando minimizar as infiltrações que ocorreram devido às fortes chuvas de janeiro, fevereiro e março”, explica.

O prefeito ressalta que essas intervenções minimizarão o problema, mas que as infiltrações só acabarão, de fato, com a finalização das obras em curso. Elas estão sendo realizadas em todo o Palácio Universitário, o que abrange a Escola de Comunicação (ECO), o Instituto de Economia (IE), a Faculdade de Administração e Ciências Contábeis (Facc), Faculdade de Pedagogia, Editora UFRJ e o Fórum de Ciência e Cultura.

Inclusão social

A Prefeitura Universitária está adaptando os banheiros da Escola de Serviço Social (ESS) para cadeirantes. A previsão é que nesta segunda (15/03), as reformas dos banheiros do prédio principal da Escola sejam finalizadas. A ESS-UFRJ também recebeu melhorias nas salas de aulas, com a pintura em todas elas. Segundo Hélio de Mattos, essa era a unidade que mais necessitava de reformas.

O prédio anexo do Centro de Filosofia de Ciências Humanas (CFCH) também recebeu atenção. Todo o sistema de refrigeração foi checado, assim como os banheiros. As salas da unidade serão pintadas.

Os alunos, professores e funcionários do campus da Praia Vermelha podem esperar por novidades também no estacionamento. A Prefeitura Universitária está cadastrando todos os usuários para impedir o uso de pessoas que não integram a comunidade. Márcia Affonso, coordenadora do campus, explica que o local sofre um sério problema em relação aos espaços disponíveis. “A quantidade de vagas é insuficiente para o número de alunos e usuários que frequentam o campus. Nós temos um público alvo na Praia Vermelha de 12 mil pessoas, em geral. São cerca de 800 a 1500 carros e o estacionamento tem 300 vagas”, afirma.

Esse cadastro vai possibilitar a entrada no campus apenas daqueles posicionados a terem vagas. Márcia ressalta que isso já existia, mas que agora vai funcionar efetivamente. A prefeitura pretende demarcar as vagas antes do início do período letivo. Para esclarecer as novas regras, a prefeitura irá distribuir uma circular com informações e regras do estacionamento.