Categorias
Memória

Especialistas se reúnem para debater usos de membranas

Evento reúne especialistas que mostram o uso de membranas também em indústrias e na área biomédica.

Marcando a comemoração pelos 40 anos de atividade do Laboratório de Processos de Separação com Membranas da Coppe/UFRJ, acontece até sexta-feira (24/7) o Simpósio de Processos de Separação com Membranas (Simpam) 2009. Na abertura do evento, que conta com 176 participantes inscritos de diversos países, o professor Dibakar Bhattacharyya falou sobre o uso de estruturas de membranas na preservação ambiental.

Promovido pelo Programa de Engenharia Química (PEQ) da Coppe, em parceria com a Petrobras e a Faperj, o Simpam reúne especialistas brasileiros e estrangeiros para apresentar as mais recentes pesquisas na área de processos com membranas. Além do uso ambiental, elas são aplicadas em indústrias e na área biomédica.

A abertura do Simpam na terça-feira contou com a participação do diretor-acadêmico da Coppe, Walter Watanabe, dos professores do PEQ Alberto Cláudio Habert e Cristiano Piacsek, e, representando a reitoria, o professor Roberto Bartholo. Os docentes ressaltaram a constante busca por excelência do Programa de Engenharia Química da Coppe e o desejo de tornar o Simpam vitrine para mostrar os trabalhos desenvolvidos a partir de processos com membranas. 
 
Autor de 170 teses, 20 livros e ganhador de diversos prêmios, o professor Dibakar Bhattacharyya, da Universidade de Kentucky, realizou a primeira conferência plenária do simpósio: “Membranas funcionalizadas para reações e separações”. O professor discorreu durante uma hora sobre os principais pontos de suas pesquisas, como a modificação de estruturas de membranas e o uso crescente desse processo na preservação ambiental.

A programação do Simpam conta ainda com a realização de minicursos e workshops. No encerramento do evento está prevista a inauguração das novas instalações da unidade do projeto de Permeação Através de Membranas (PAM), primeira empresa brasileira a fabricar membrana para microfiltração no Parque Tecnológio da UFRJ.