Categorias
Memória

Novos passos para a demolição da perna seca

Durante a reunião do Comitê Técnico do Plano Diretor (CTPD), nesta segunda à tarde (2/3), o pró-reitor de Planejamento (PR3), Carlos Levi, anunciou que já instaurou a comissão para analisar o melhor meio para demolir a chamada “perna-seca” do Hospital Clementino Fraga Filho (HUCFF).

Durante a reunião do Comitê Técnico do Plano Diretor (CTPD), nesta segunda à tarde (2/3), o pró-reitor de Planejamento (PR3), Carlos Levi, anunciou que já instaurou a comissão para analisar o melhor meio para demolir a chamada “perna-seca” do Hospital Clementino Fraga Filho (HUCFF). A comissão apontará se a demolição de 100 mil metros quadrados ocorrerá por implosão ou pelo método tradicional. O primeiro caso é mais barato e rápido, mas implica na remoção dos pacientes.

O pró-reitor Levi afirmou que o Ministério da Educação comprometeu-se em oferecer as verbas para dar fim ao esqueleto de concreto que se encontra em ruínas. “A nossa previsão é que sejam gastos R$ 22 milhões nesta tarefa. A Metade deste recurso seria utilizada na demolição em si e o restante na recuperação estrutural do prédio do HU”, avalia Levi.

O pró-reitor ainda adiantou que o Clube de Engenharia, o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Estado do Rio (CREA-RJ) deverão ser convidados para participar de uma auditória técnica em conjunto acerca da “perna seca”. Recentemente, o Jornal RJ-TV (Globo) exibiu uma reportagem sobre estas ruínas.  O abandono do espaço é notório: janelas de alumínio foram roubadas, pedaços de telha caíram e infiltrações e vigas estão à mostra.

Encontro no Sintufrj

Nesta quarta-feira, às 14h, o arquiteto Pablo Benetti, presidente do CTPD, fará uma exposição sobre o Plano Diretor 2020 na sub-sede do Sindicato do Trabalhadores e Educação da UFRJ (Sintufrj). O encontro acontecerá no auditório do sindicato no HU.