Categorias
Memória

UFRJ realiza 4° Congresso de Extensão

Foi aberto ontem, 26 de novembro, o 4º Congresso de Extensão da UFRJ. O evento, com duração até o próximo dia 28, pretende discutir possibilidades de parcerias com as agências de fomento e organizações da sociedade civil com vistas ao financiamento de programas de extensão que tenham impacto social nas comunidades onde são desenvolvidos.

Foi aberto ontem, 26 de novembro, o 4º Congresso de Extensão da UFRJ. Após declarar aberto o Congresso de Extensão, o reitor Aloísio Teixeira, em seu pronunciamento, destacou a importância desse evento para a vida da Universidade,  justificativa para o esforço em tentar promovê-lo anualmente. Apontou ainda para o avanço desse 4° Congresso em relação ao do ano anterior, já que apresenta mais trabalhos e demonstra um maior envolvimento da Universidade com os temas a serem discutidos.

No entanto, o reitor acredita que ainda não se atingiu o suficiente: "Eu acho que o que fizemos até agora ainda é pouco. É pouco porque no fundo a extensão continua sendo uma atividade paralela as de ensino e pesquisa que ainda tem para muitos de nós um caráter de nobreza que as diferencia da extensão. Uma Universidade só se constitui como uma verdadeira Universidade quando a extensão está organicamente integrada as essas atividades", afirmou ele. 

Levantou ainda a importância e o papel social da Universidade, dando enfoque à escola pública, tema de duas das mesas redondas do evento. “Tenho a esperança de que nós, com esse 4° Congresso de Extensão, possamos estar dando uma contribuição para que a retomada, a reconstrução e a consolidação dos espaços universais de política social possa ser uma realidade nesse país”, declarou o reitor.

O representante do MEC André Lázaro aproveitou para parabenizar a iniciativa da Universidade – É muito auspicioso a UFRJ encontrar um caminho forte na extensão, articular esse congresso e, como a maior Universidade Federal do país, oferecer a rede federal  um conjunto de referências inestimável para que a extensão ocupe o importante lugar que deve ocupar no trinômio que sustenta a Universidade juntamente com o ensino e com a pesquisa. Um congresso como esse ensina a todos nós do Brasil – disse o professor. 

Além de Lázaro e do reitor, estiveram presentes à abertura do evento, realizada no auditório do Roxinho, no Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza da Ilha Universitária do Fundão, o prefeito da Universidade Hélio de Mattos Alves, a pró-reitora de graduação Belkis Valdman, a pró-reitora de extensão Laura Tavares Ribeiro Soares, a decana do CCMN Ângela Rocha dos Santos e a superintendente acadêmica de extensão Ana Inês Souza. 
   
O 4° Congresso de Extensão se estenderá até o dia 28, quarta-feira, com Sessões de Comunicação Oral, Sessões de Pôster, Mesas Redondas voltadas para discussões do campo social e educacional, além de atividades culturais. O local é o mesmo da abertura e a programação tem início às 8h30min, se estendendo até às 17h30min.