Categorias
Memória

Seminário discute propostas para polí­tica cultural da UFRJ

Seminário “Você faz Cultura 2012” também discutiu experiências acadêmicas e apresentou propostas para aperfeiçoar a difusão artística, científica e cultural  da UFRJ.

O Fórum de Ciência e Cultura (FCC) da UFRJ iniciou, na última quarta (29/8), uma série de debates sobre a futura política cultural, artística e de difusão científico-cultural para a UFRJ. Denominado “Você faz Cultura 2012”, o evento reúne professores, funcionários técnico-administrativos e estudantes que atuam nessas áreas.

No primeiro dia de debates, representantes de diversas unidades apresentaram seus trabalhos, expuseram carências e projetaram expectativas sobre o que pode vir a ser uma política cultural na universidade.

Na primeira mesa da tarde, André Cardoso, diretor da Escola de Música (EM), apresentou o que considera o seu “plano de Cultura para a UFRJ”. Segundo ele, “é preciso afirmar a música como manifestação cultural da humanidade; respeitar o patrimônio construído e a liberdade de criação, além de enfatizar o compromisso com o desenvolvimento social”. Cardoso mostrou, através de números, imagens e vídeos, como a EM-UFRJ investe na diversidade artística, através da manutenção de orquestras e grupos vocais, formados por estudantes, professores e técnicos. Todo o trabalho é fruto de muito esforço. De acordo com o diretor da unidade, os “baixos salários, a inexistência de gratificações, falta de instrumentos, falta de reposição de material, equipamentos obsoletos, falta de funcionários e a insuficiência de bolsas de ensino” são obstáculos difíceis de transpor.

Kátia Gualter, professora do Departamento de Arte Corporal da Escola de Educação Física e Desportos (EEFD), acredita que o estabelecimento de uma política cultural na universidade é urgente. “Mantemos nossos cursos e projetos de dança através de editais. Estamos nos desenvolvendo, mas, institucionalmente, nada garante a continuidade deles”, alertou.

Já Eleonora Fabião, coordenadora do curso de Direção Teatral da Escola de Comunicação (ECO), apresentou propostas para o desenvolvimento das artes cênicas na UFRJ. Entre elas, o desenvolvimento de um acervo de cenário e figurino em conjunto com a Escola de Música (EM), a Escola de Belas Artes (EBA) e a EEFD; a criação de programas de circulação dos trabalhos dentro e fora da universidade; o estabelecimento de um banco de dados dos projetos culturais da universidade para divulgação e memória; criação de mais espaços específicos para aulas, ensaios e apresentações nos campi; financiamento de eventos e apoio ao programa continuado de graduação com caráter de pesquisa e extensão; e, por fim, a revisão do Programa “Ciência sem Fronteiras”.

Os próximos debates do “Você faz Cultura 2012” acontecem nos dias 12, 21 e 28 de setembro e 21 de novembro. A programação está disponível no site do FCC-UFRJ.