Categorias
Memória

Serviço de Patologia Clínica do HUCFF realiza 1 milhão de exames

Com o término da terceirização, há um ano e meio, o Serviço de Patologia Clínica (SPC) do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF-UFRJ) voltou a realizar a análise de exames laboratoriais nas dependências do hospital. Com o retorno, o Serviço teve um crescimento da quantidade dos exames realizados, alcançando a marca de 1, 1 milhão de exames em 2011.

Serviço de Patologia Clínica supera 1 milhão de exames.Com o término da terceirização, há um ano e meio, o Serviço de Patologia Clínica (SPC) do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF-UFRJ) voltou a realizar a análise de exames laboratoriais nas dependências do hospital. Com o retorno, o Serviço teve um crescimento da quantidade dos exames realizados, alcançando a marca de 1, 1 milhão de exames em 2011.

Segundo a professora Marzia Puccioni, que assumiu a chefia do SPC em 2010, o crescimento se deve à união e motivação da equipe, que vem se desdobrando no agendamento, coleta, cultura, análise, armazenamento, digitação e impressão dos exames.  O método de distribuição de senhas ajudou a organizar o atendimento aos pacientes na coleta de sangue.

Como apontado, o SPC vem passando por um processo de reestruturação técnica, resultando na tendência crescente e notória do aumento de sua produtividade. “Nosso objetivo principal é recuperar a acreditação da Anvisa que o SPC tinha em 2007”, almeja a chefe do serviço.

Localizado no 3º andar e comportando 12 laboratórios, a Patologia Clínica realiza análise de cultura de sangue, urina, fezes e líquidos serosos. A equipe é multidisciplinar, formada por 106 funcionários, dentre médicos, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, técnicos de laboratório e administrativos, que prestam apoio à assistência, ensino e pesquisa no HUCFF. O SPC possui um Programa de Qualidade que monitora anualmente a exatidão dos exames através da comparação interlaboratorial. Esse sistema consiste na comparação de resultados observados num mesmo material, analisado simultaneamente por diversos laboratórios. “Através do controle externo de qualidade, o SPC apresentou alto grau de exatidão nos testes de proficiência, o que indica alta confiabilidade nos serviços prestados”, explica Marzia.

Perspectivas
Apesar dos triunfos alcançados, algumas limitações ainda impedem o crescimento da área. É o caso da escassez de recursos humanos, da falta de um sistema automático de reposição de insumos e, principalmente, pela deficiência de informatização, o que dificulta a comunicação total entre o SPC e a rede de informática do HUCFF. O interfaceamento do sistema com a rede garantirá maior dinamismo na produção e inclusão de todos os resultados no programa Labtreck.