Categorias
Memória

Programa da Coppe de identificação de resíduos em portos chega ao Nordeste

Um programa de identificação de resíduos executado pelo Programa de Planejamento Energético (PPE) da Coppe-UFRJ, em parceria com a Secretaria Especial de Portos da Presidência da República (SEP-PR), chegou ao Nordeste na última segunda-feira (6/2), em Fortaleza, Ceará.

Um programa de identificação de resíduos executado pelo Programa de Planejamento Energético (PPE) da Coppe-UFRJ, em parceria com a Secretaria Especial de Portos da Presidência da República (SEP-PR), chegou ao Nordeste na última segunda-feira (6/2), em Fortaleza, Ceará.

O projeto, chamado “Conformidade Gerencial de Resíduos Sólidos e Efluentes dos Portos”, efetua uma melhor coleta e gestão de resíduos gerados em portos, incluindo seu uso comercial. Para isso, todos os resíduos são registrados e classificados.

O trabalho, que terá a duração de um ano, teve um investimento de R$ 16 milhões e faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC-2) do Governo Federal. Por todo o país, 22 portos vão se beneficiar desse projeto.