Categorias
Memória

UFRJ atinge conceito máximo em índice do MEC

O Índice Geral de Cursos (IGC) divulgado nessa quinta-feira, dia 17/11, pelo Ministério da Educação, concedeu à UFRJ a faixa cinco, conceito máximo na avaliação dos cursos oferecidos pela instituição.  A universidade aparece como um dos dez melhores centros de ensino superior público no Brasil.

O Índice Geral de Cursos (IGC) divulgado nessa quinta-feira, dia 17/11, pelo Ministério da Educação, concedeu à UFRJ a faixa cinco, conceito máximo na avaliação dos cursos oferecidos pela instituição. Na avaliação de todas as universidades, que teve a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) como a mais bem colocada entre as escolas de ensino superior públicas, a UFRJ ficou entre as 27 primeiras entre todas as 2.176 instituições  participantes do processo. Além do conceito máximo, com a nota 4,01, a universidade aparece como um dos dez melhores centros de ensino superior público no Brasil.

Como funciona o Índice
Utilizando indicadores como a nota do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), a média dos Conceitos Preliminares de Cursos (CPCs) – avaliação relativa à graduação – e o conceito da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o IGC resume a qualidade dos cursos de graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado de cada instituição participante.