Categorias
Memória

3º Encontro de Sabores e Saberes

Nos dias 19 e 20 de outubro, a Universidade Federal do Rio de Janeiro recebeu o “3º Encontro de Sabores e Saberes”. O tema “Biodiversidade e alimentação” foi abordado nas palestras, oficinas, visitas guiadas, testes sensoriais de alimentos, exposições e atividades culturais.

Nos dias 19 e 20 de outubro, a Universidade Federal do Rio de Janeiro recebeu o “3º Encontro de Sabores e Saberes”. O tema “Biodiversidade e alimentação” foi abordado nas palestras, oficinas, visitas guiadas, testes sensoriais de alimentos, exposições e atividades culturais.

O evento, já em sua terceira edição, comemora o Dia Mundial da Alimentação, celebrado no dia 16 de outubro, em homenagem à criação da FAO – Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação -, em 1945. Objetivo desse dia é promover em todo o mundo a luta contra a fome. Neste ano, a FAO recomendou aos países membros da ONU a realização de ações que colocassem em pauta a discussão sobre as florestas.

Pelo segundo ano, a feira foi integrada à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (organizada pelo Instituto de Nutrição Josué de Castro, em parceria com a Agência de Inovação) e tem como tema central “Mudanças climáticas, desastres naturais e prevenção de riscos”.

O Restaurante Universitário Central Edson Luiz de Lima Souto é um dos espaços de convivência e troca da UFRJ e, por isso, foi escolhido como ponto de referência para a realização do encontro.
 
A mesa de abertura contou com a presença da decana do CCS, professora Maria Fernanda Quintela, da professora Eliane Fialho, diretora do Instituto de Nutrição, da professora Letícia Andrade, diretora do sistema de alimentação da UFRJ, do professor Ricardo Pereira, do graduando em Biologia Caio Oliveira, participante do grupo Capim Limão (projeto estudantil que aborda temas como agroecologia, agricultura urbana, permacultura, alimentação, saúde e afins) e do agricultor Domingos.

“A nossa feira se associa a um evento científico por conta de suas atividades, como palestras, exposição de trabalhos e oficinas, mas também agrega a feira agroecológica, que acontece toda quinta-feira no CCS e na Reitoria da UFRJ. Os agricultores familiares expõe seus produtos que vêm, principalmente, da Região Serrana”, disse a professora Elizabeth Accioly, uma das organizadoras do evento. Ainda segundo a professora, a estimativa é que circulem pela feira em torno de 200 pessoas entre as atividades nos dois dias do evento.