Categorias
Memória

Comemoração do 13° aniversário do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba

Em virtude do aniversário de 13 anos do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, na próxima sexta feira (29/04), estão sendo realizadas atividades durante esta semana.  O Parna é o único parque nacional com objetivo específico de proteger ecossistemas de restinga e uma das poucas unidades de conservação do país a proteger ecossistemas.

Em virtude do aniversário de 13 anos do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, na próxima sexta feira (29/04), estão sendo realizadas atividades durante esta semana.  
No dia 29 de abril de 1998, foi assinado o decreto de criação do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba. Com o decreto, o Brasil estava criando o único Parque Nacional (Parna) com objetivo específico de proteger ecossistemas de restinga e uma das poucas unidades de conservação do país a proteger ecossistemas.

Um marco decisivo para a criação do Parna foi o estabelecimento, em 1992, de um convênio entre a Petrobras e a UFRJ, que possibilitou a implantação de um projeto de pesquisa denominado: Estudos Ecológicos das Lagoas Costeiras do Norte Fluminense (Ecolagoas). O Projeto Ecolagoas foi fundamental para alocar os primeiros e importantíssimos recursos para edificar as instalações que abrigariam o Núcleo de Pesquisas Ecológicas de Macaé (Nupem/UFRJ) em 1994.

Tendo como foco a realização de pesquisa básica em Ecologia voltada aos interesses da sociedade, o Nupem/UFRJ passou, em pouco tempo, a ganhar considerável respeitabilidade junto à população de Macaé e região. A proposta de criação de uma Unidade de Conservação na Restinga de Jurubatiba foi protocolada no Ibama, em sua sede em Brasília, no dia 11 de abril de 1997, pelo Professor Francisco de Assis Esteves, sendo inaugurado no ano seguinte.

A área total do Parna Jurubatiba é de 14.922 hectares, abrangendo os municípios de Macaé (1% da área), Carapebus (34%) e Quissamã (65%) na região norte do Estado do Rio de Janeiro. O porcentual da área dos municípios ocupada pelo Parque é: Macaé (0,2%), Carapebus (22,2%) e Quissamã (12,5%) e seu perímetro tem 123.586 km.

A programação da semana:

Na quinta feira (28/04) acontece a palestra: "Unidades de Conservação e mudanças climáticas globais” às 14h, com Fábio Rubio Scarano, diretor executivo da Conservation International Brazil e professor do Programa de Pós-Graduação em Ecologia da UFRJ. A palestra acontece no Auditório Francisco de Assis Esteves do Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Sócio-Ambiental de Macaé (Nupem) da UFRJ. O Núcleo localiza-se na Av. São José do Barreto, s/n, (atrás do Centro de Convenções), Bairro São José do Barreto, Macaé.

Na sexta feira (29/04), às 9h, ocorre a abertura oficial do evento, no Plenário da Câmara Municipal de Carapebus (Praça da Matriz, 19). Às 09h30 haverá a Solenidade de diplomação da Guarda Ambiental de Carapebus e a palestra: “A importância da Unidade de Conservação no Município” com Rogério Rocco, analista ambiental do Instituto Chico Mendes – ICMBio. Acontece também uma homenagem da Câmara Municipal de Carapebus a Francisco Esteves, professor do  Nupem/UFRJ, um dos principais responsáveis pela criação do parque. Após as atividades haverá uma confraternização pelos 13 anos de existência do Parna, na Estação Cultural de Carapebus, em frente à Câmara Municipal.

Às 14h, apresenta-se a Oficina de Violino do Sobradinho, com temas ambientais. No mesmo horário acontece a abertura oficial do evento em Quissamã.

Às 14h20, a palestra “A ciência além dos muros da universidade: Uma experiência que deu certo” será ministrada pela drª. Claudia Petean Bove, do Museu Nacional/UFRJ
No sábado (30/04), acontece uma caminhada ecológica na Trilha do Castelo, Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, com saída da Praia da Lagoa de Carapebus, em Carapebus às 07h30.

Às 8h será realizado passeio de bicicleta e caminhada ecológica na Trilha das Garças-Bezerra, Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, com saída do Centro de Visitantes da Praia de João Francisco, em Quissamã.

Às 13h acontece uma feijoada na Fazenda Machadinha (Estrada de Machadinha, s/nº – Machadinha). A entrada custa R$ 13 por pessoa.