Categorias
Memória

Alunos da ECO apresentam programa de rádio

Estudantes comandam programa que pretende ser ponto de encontro de jovens interessados em música, cultura, rádio e troca de ideias.

Na última quinta-feira (05/08), a Rádio Música, Educação e Cultura do Ministério da Educação (MEC) lançou o programa ZoaSom, que pretende ser ponto de encontro de jovens interessados em música, cultura, rádio e troca de ideias. A estreia contou com a presença da cantora Fernanda Abreu e de Luciana Bezerra, coordenadora do núcleo de Audiovisual Nós do Morro. Os apresentadores do programa são Camila Romana e Michel Schettert, de 19 e 21 anos, respectivamente, alunos da Escola de Comunicação (ECO) da UFRJ.

O ZoaSom aposta na interatividade com os ouvintes: é possível participar pelo Twitter, via SMS, por e-mail, telefone e outras redes sociais. De acordo com Michel Schettert, “considerando que o jovem de hoje em dia é ‘multiconectado’, faz várias coisas ao mesmo tempo e recebe diversas informações de várias fontes, não poderíamos deixar de considerar esse novo sintoma. As redes sociais e as novas tecnologias já fazem parte do cotidiano dos jovens.”

O programa conta com quadros diversos, como as “Dicas Culturais”, além de oferecer um espaço para a divulgação de novos grupos musicais. “No rádio, pouco se ouve sobre programas que falam sobre os jovens. É um padrão a ser quebrado”, analisa Camila Romano. A apresentadora observa ainda que “a interatividade também é uma inovação no rádio. Estamos unindo coisas que pareciam distantes no tempo, mas que são grandes ingredientes para agradar à juventude.” Para Michel Schettert, “na TV, são poucos os programas com o apelo da interatividade, e mais, em tempo real. O ZoaSom tenta fazer com o que o jovem diga que ele tem um programa seu, um programa do qual ele participe ativamente. Por isso, quem está fora do palco também é personagem principal.”

A prática na Rádio MEC por universitários

Os apresentadores comentaram a importância da experiência de estudantes universitários em rádio e relacionaram o conhecimento adquirido na ECO-UFRJ com a prática na Rádio MEC. “Ao mesmo tempo em que temos a inexperiência profissional, a experiência universitária nos traz conhecimento das renovações dentro da comunicação. O que aprendemos em aula e em vivência pode, agora com esse espaço na Rádio MEC, ser colocado em prática da nossa forma”, diz Camila Romana. Segundo Michel Schettert, “a ECO nos ajudou a amadurecer esse conhecimento da comunicação. As discussões, os debates, as polêmicas dentro de sala, todas potencializaram nossa percepção do que é a comunicação atual e renovadora.”

O papel e a importância do rádio frente às novas mídias e tecnologias também foram comentados. “É inquestionável que o rádio continua sendo a mídia com maior alcance em número. As novas mídias estão chegando aí para aproximar ainda mais as pessoas e nada melhor que unir os dois. Com a Internet se espalhando e o rádio já consolidado, os dois formam um grande formato na nova mídia”, conclui Camila.

Na próxima quinta-feira (12/8), o ZoaSom comemora o Dia Nacional da Arte com a presença da banda Cardióides, de Magé.

O ZoaSom vai ao ar toda quinta-feira, das 17h às 18h, com transmissão ao vivo. Os ouvintes podem participar no Auditório Radamés Gnattali, da Rádio Nacional com entrada franca. O endereço é Praça Mauá, 7, 21º andar, Centro. O programa é transmitido na Rádio MEC AM 800kHz e também na página do ZoaSom. É possível participar ainda pelo Twitter, via SMS através dos números (21) 8778-5366 , (21) 8778-5366; pelos telefones (21) 2117-7853 e (21) 2117-7853 ou pelo e-mail zoasom@zoasom.com. Os músicos interessados em apresentar suas composições devem enviar o link do site ou MySpace da banda via Twitter, e-mail ou correio.