Categorias
Memória

Com um pé na cozinha

A culinária vai ganhar status de graduação universitária na UFRJ com o novo curso de Gastronomia que levará muita gente a colocar um pé na cozinha já em 2011.

A culinária vai ganhar status de graduação universitária na UFRJ com o novo curso de Gastronomia que levará muita gente a colocar um pé na cozinha já em 2011. O curso, proposto pelo Instituto de Nutrição Josué de Castro (INJC), contará com disciplinas de outras quatro unidades: o Núcleo de Pesquisa de Produtos Naturais (NPPN), o Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde (Nutes), a Escola de Belas Artes (EBA) e a Escola Politécnica, por meio do Programa de Engenharia de Produção.

Os representantes do Centro de Ciências da Saúde (CCS) no Consuni destacaram a necessidade de formação de profissionais nessa área. Parte significativa da taxa de mortalidade no Brasil, como em qualquer país, decorre de alimentação inadequada ou doenças agravadas por essa má nutrição, como as enfermidades coronarianas, e um curso de formação com caráter científico e multidisciplinar poderia influir nesse processo.

Apenas 3% dos profissionais em gastronomia são formados no Rio de Janeiro, o que evidencia uma demanda reprimida para a formação profissional na cidade. De acordo com a professora Diana Maul, a proposta não é formar “chefs capazes de criar refeições para pessoas aptas a pagar mais de 100 reais em um prato. Até porque isso ofenderia a memória de Josué de Castro, o patrono do Instituto de Nutrição”.

A realização do curso na UFRJ foi aprovada na sessão da última quinta-feira (27/5) do Conselho Universitário (Consuni) e já vai constar do processo seletivo para ingresso este ano.