Categorias
Memória

CNPq lança edital para orientadores de pós-graduação

Exige-se que o pesquisador tenha vínculo com  instituição de pesquisa no Brasil e experiência na formação de Recursos Humanos, além de execução de projetos em uma das áreas contempladas.

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), lançou edital para a concessão de bolsas de mestrado e doutorado em áreas consideradas estratégicas. Os candidatos devem ser orientadores de programas de pós-graduação reconhecidos pela Coordenação de Aperfeicoamento de Pessoal em Nível Superior (Capes).

O Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDC) viabilizou R$ 57,2 milhões para a concessão das bolsas. Estas serão concedidas em duas chamadas. Na primeira, os orientadores têm até o dia 8 de fevereiro para enviarem as propostas. As contratações ocorrerão a partir de marco de 2010. Para a segunda chamada, os pesquisadores devem submeter as propostas até o dia 17 de maio. Desta vez, as contratações ocorrerão a partir do dia 20 de julho. 

Como pré-requisitos, exige-se que o pesquisador seja vinculado a uma instituição de pesquisa no Brasil e tenha experiência comprovada na formação de Recursos Humanos e na execução de projetos em pelo menos uma das áreas temáticas contempladas pelo edital.

É necessário ainda que as propostas tenham prazo máximo de execução de 24 meses, para mestrado, e 48 meses, para doutorado. Confira abaixo a relação das áreas contempladas. O edital pode ser conferido na íntegra no site do CNPq

– Ciências Exatas e da Terra: Matemática, áreas experimentais da Física, Química, Geociências e das Ciência de Materiais, Meteorologia e Mudanças Climáticas;

– Engenharias: Aeronáutica, Computação, Elétrica, Mecânica, Tecnologia da Informação, Microeletrônica, Energia Nuclear, entre outras;

– Agrárias: Agronomia, Engenharia Agrícola, Biotecnologia, Biodiversidade, Produção e Saúde Animal, Defesa Sanitária, entre outras;

– Ciências da Saúde: Fármacos e Medicamentos, Pesquisa Clínica, Terapias Inovadoras e Toxicologia;

– Interdisciplinares: Nanotecnologia, Mar e Antártica, Trauma e Violência, Segurança Pública e Defesa.