Categorias
Memória

Leoni lança música e empolga fãs no Roxinho

A apresentação começou ao meio dia em ponto e teve quase duas horas de duração para a alegria das mais de 500 pessoas que lotaram o Centro Cultural Professor Horácio de Macedo.

 Lançamento de música nova, militância contra a lei Azeredo, conversas sobre amor e muita animação marcaram o show de Leoni, nesta quinta-feira (24) no Roxinho. A apresentação começou ao meio dia em ponto e teve quase duas horas de duração para a alegria das mais de 500 pessoas que lotaram o Centro Cultural Professor Horácio de Macedo.

Leoni abriu o show com “É proibido sofrer”, uma de suas músicas novas que são encontradas para download no site oficial do cantor. Por disponibilizar as músicas gratuitamente e acreditar que “Fã não é pirata”. Leoni se mostrou contra a lei do Senador Azeredo e a favor dos downloads.

O cantor interage com o público também antes do show. No fórum do site oficial (www.leoni.com.br), é possível que os fãs escolham as músicas que queiram ouvir, além das que estão no repertório divulgado. Na UFRJ, Leoni cantou a pedido dos internautas “40 dias no espaço” e “Esse outro mundo”. No bis, ele fez uma grande surpresa para o público e tocou pela primeira vez, ao vivo, “O amor me espera lá dentro”, canção que ainda será gravada.

O público do Roxinho era formado por alunos de diversos cursos e campi e por funcionários da universidade. Alunas de Geologia chegaram para o show uma hora antes do início; Thais Eletherio e Raffaele Enrico saíram mais cedo das aulas da Escola de Comunicação da Praia Vermelha para ouvir as canções de Leoni. “Sempre gostei muito de Leoni, mas nunca consegui ir aos shows. Essa oportunidade agora foi perfeita, não podia perder”, comentou Thaís empolgada, antes de o show começar.

A plateia cantou em coro os sucessos de “amor fascista” – termo usado pelo cantor – “Só pro meu prazer” e “Como eu quero” e também as músicas de “amor de verdade” como “Melhor pra mim”. Com os primeiro acordes do hit “Garotos II”, todo o Roxinho se levantou para dançar até o final do show. Leoni empolgou a platéia que ecoava gritos de “Lindo!” com as canções antigas “A fórmula do amor” e “Alice”.

Atendendo aos muitos gritos que vinham do auditório Leoni encerrou o show com seu grande sucesso “Porque não eu?”. Agradeceu ao público e disse que foi maravilhoso passar a hora do almoço no palco.