Categorias
Memória

Ivan Lins no Roxinho

O cantor e compositor Ivan Lins realizou um show no início da tarde de segunda-feira (31/8), no auditório do Centro Cultural Horário Macedo, o Roxinho, para um público diversificado que ia além de estudantes.

 Alternando músicas com intervenções para falar de amor, de iniciação profissional e até de engajamento político, o cantor e compositor Ivan Lins realizou um show no início da tarde de segunda-feira (31/8), no auditório do Centro Cultural Horário Macedo, o Roxinho, para um público diversificado que ia além de estudantes. Muitos professores e funcionários aproveitaram o horário do almoço para ouvir composições que consagraram o artista ao longo dos anos.

Em vários momentos, Ivan Lins arrancou risos da plateia.  Num deles, antecedendo a apresentação em sequência de quatro composições sobre relação amorosa, o cantor comentou sobre uma fase da vida  a dois chamada de arremesso. “É quando os protagonistas deixam a coisa ficar preta e arremessam cinzeiro, dicionário, tudo o que encontram”, brincou.

Em outra parte do show, ao relatar uma experiência do pai que ciceroneava um grupo de empresários estrangeiros interessados em investir num aquário oceânico no litoral paulista, o músico contou sobre a proposta vergonhosa de suborno de um político para autorizar a obra, e conclamou: “Como meu pai dizia, os brasileiros não deveriam deixar essa turma sair de casa. Um dia mandariam ovos, no outro uns tomates, para eles aprenderem que não são bem quistos pela população.”

O show “Saudades de Casa”, que marca a volta de Ivan Lins após uma turnê de mais de um ano pelos Estados Unidos, Japão, Noruega, Portugal e Espanha, trouxe músicas conhecidas como “Aquilo que eu sei”, “Saindo de mim”, “Começar de novo”, “Vitoriosa” e tantas outras acompanhadas em coro pela plateia ou com o ritmo marcado por palmas. No fim do espetáculo, após cantar “Madalena”, o músico voltou após o pedido de bis, encerrando definitivamente com “Desesperar jamais”.