Categorias
Memória

Seminário debate universidade e seus lugares de memória

Evento visa reunir pesquisadores, estudantes  e estudiosos para debater temas relacionados à história e preservação do patrimônio da UFRJ.

Já estão abertas as inscrições para a terceira edição do Seminário Universidade: Memória, Documentação e Pesquisa com a exposição A Universidade e seus lugares-memória, organizado pelo  Projeto Memória do Sistema de Bibliotecas e Informação (Sibi-UFRJ).  O evento acontece nos dias 8 e 9 de setembro e visa reunir pesquisadores, estudantes  e estudiosos da memória para debater temas relacionados à história, patrimônio e preservação. Haverá palestra com especialista do Arquivo Nacional e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).
 
Além disso, será lançado o terceiro volume da Coleção Memória da UFRJ, obra que reunirá todos os textos apresentados no encontro.  “O seminário unirá as diversas unidades da universidade e é voltado para todos que têm interesse na história e preservação dos acervos de memória do nosso país, agregando de estudantes de História e Serviço Social a alunos das Ciências da Saúde”, explica a historiadora e responsável pelo Projeto Memória/Sibi, Andréa Queiroz.

A ficha de inscrição deve ser preenchida e enviada para o e-mail andreaqueiroz@sibi.ufrj.br. Para conferir a programação completa do seminário e horários das palestras, acesse o site  do projeto.

Projeto Memória

Desenvolvido pelo Sibi-UFRJ, o Projeto Memória trabalha com os espaços de memória que se relacionam à história da UFRJ, associando-os à cultura política do país. Além da organização, preservação e divulgação dos acervos, o projeto tem como compromisso disponibilizar informações sobre origem, trajetória e funcionamento da universidade, compartilhando com a sociedade os saberes, experiências e pesquisas desenvolvidos no meio acadêmico.

O trabalho desenvolvido pelo Sibi já realizou, até o momento, o levantamento de 28 espaços que possuem acervos relacionados à história e memória da UFRJ, como o Acervo Histórico da Faculdade de Farmácia e o Centro de Memória Inezil Penna Marinho, da Escola de Educação Física e do Desporto (EEFD). “Queremos trabalhar os lugares de memória da universidade, que vão desde o Museu Virtual da Faculdade de Medicina (Centro de Ciência da Saúde) ao Arquivo da Memória Operária do Rio de Janeiro (AMORJ – Instituto de Filosofia e Ciências Sociais), daí a natureza interdisciplinar do projeto”, finaliza Queiroz.