Categorias
Memória

HU, restaurante e clubes universitários em debate no CCS

Professores, funcionários técnico-administrativos e estudantes estiveram reunidos na quarta, dia 27, para debaterem as propostas do Plano Diretor UFRJ 2020.

Professores, funcionários técnico-administrativos e estudantes estiveram reunidos na quarta, dia 27, para debaterem as propostas do Plano Diretor UFRJ 2020. A reunião foi apresentada pelo professor Pablo Benetti, presidente do Comitê Técnico do Plano Diretor (CTPD), e pelo decano do Centro de Ciências da Saúde (CCS), Almir Fraga Valadares. “Em mais de 30 anos de universidade é a primeira vez que eu vejo um projeto de perspectiva futura, com elaboração de metas em curto, médio e longo prazos”, elogiou Diana Maul, coordenadora de Extensão do CCS.
 
HU
 
Como não poderia deixar de ser, o projeto de reestruturação do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho foi o foco principal da atenção dos presentes. A proposta inicial de demolição de toda a ala sul do prédio já está sendo reavaliada. Existe agora a possibilidade de reaproveitar pelo menos os cinco primeiros andares. No entanto, segundo estudos realizados pelo Departamento de Engenharia Civil da universidade, os dois últimos andares deverão ser postos abaixo.
 
Segundo Pablo Benetti, cerca de R$ 4 milhões de um total de R$ 30 milhões previstos para a reforma da área já foram internalizados pela universidade e devem ser utilizados até dezembro. “Estamos avaliando as possibilidades. Se optarmos por demolir toda a área, teríamos 117 mil m2 para edificar todo o CCS naquele local”, analisou Benetti. “Temos que encontrar uma solução aceitável, pois teremos que prestar contas à sociedade”, alertou Valadares.
 
Ainda de acordo com o presidente do CTPD, a proposta de reurbanização da área do hospital prevê serviços de comércio e praça de alimentação. “O objetivo é fechar a avenida Rodolpho Paulo Rocco para o tráfego de veículos e fazer dali uma área de pedestres”, disse.
 
Outras propostas
 
O projeto do Restaurante Universitário, inaugurado no início do ano, também foi comentado. “Esta estrutura não é a que estamos pensando para a Cidade Universitária. Não concordo com a ocupação de uma área daquele tamanho com uma edificação de apenas um pavimento, quando estamos na iminência de inaugurar o curso de Gastronomia, além de outras iniciativas na área”, afirmou Benetti. “Poderíamos pensar também em um convênio com a Vigilância Sanitária, em especial a Fiscalização de Alimentos”, lembrou Diana Maul, coordenadora de Extensão do CCS.
 
O projeto de clubes universitários para funcionários da universidade também foi lembrado. Uma das alternativas é utilizar a área onde se situa o bosque da Escola de Educação Física e Desportos (EEFD). Outra possibilidade é construir centros para treinamento e competições de alto rendimento.
 
Debates
 
Benetti também confirmou a realização do próximo Conselho Participativo, em junho, que debaterá Cultura, Esporte e Lazer. Além dele, serão organizadas oficinas temáticas. A primeira acontecerá no dia 10/06, no prédio da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, e terá como pauta a Política Residencial Universitária.