Categorias
Memória

Dirigente da Educação Superior cubana visita UFRJ

Miriam Alpizar Santana, vice-ministra da Educação Superior de Cuba, visita a UFRJ em passagem pelo Rio de Janeiro.

 De passagem pelo Rio de Janeiro, com destino a Belo Horizonte para participar do Ciclo de Seminários sobre Educação Superior na América Latina, promovido pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Miriam Alpizar Santana, vice-ministra da Educação Superior de Cuba, visita a UFRJ.

Recebida pelo reitor Aloísio Teixeira, acompanhado de Laura Tavares, pró-reitora de Extensão, e de Geraldo Nunes, coordenador do Setor de Convênios e Relações Internacionais, Miriam Alpizar ouviu de Aloísio Teixeira o desejo de estabelecer cooperação entre a UFRJ e universidades cubanas. “Temos muito que aprender com suas instituições de ensino”, enfatizou o reitor, que obteve de Miriam, como resposta, o interesse “no desenvolvimento das Ciências ‘duras’, mais técnicas”, uma vez que a ilha socialista evoluiu bastante no campo das Ciências Humanas e Sociais.

Miriam Alpizar, professora de Economia, informa que cerca de 60% dos jovens cubanos, com idade entre 18 e 24 anos, cursam o Ensino Superior e que 25% dos investimentos públicos e 12% do Produto Interno Bruto (PIB) da ilha são investidos em Educação. A vice-ministra aponta ainda que “Cuba está há 50 anos desenvolvendo um programa de educação massivo do Ensino Superior em todos os municípios do país”, se referindo à ação do governo em criar, em cada cidade, uma sede universitária, com qualificação local de docentes e de pessoal técnico para a gestão acadêmica e administrativa.