Categorias
Memória

CTPD debate política de mobilidade com a Prefeitura

O subsecretário municipal de Transportes, Rômulo Orrico, esteve no último dia 20 na UFRJ, em reunião com os membros do Comitê Técnico do Plano Diretor UFRJ 2020 (CTPD).

O subsecretário municipal de Transportes, Rômulo Orrico, esteve no último dia 20 na UFRJ em reunião com os membros do Comitê Técnico do Plano Diretor UFRJ 2020 (CTPD). Em pauta, as propostas sobre Mobilidade e Acessibilidade debatidas na última semana durante o Conselho Participativo do Plano Diretor. Como prioridades de curto prazo estão as alternativas de acesso à Cidade Universitária, como a construção da Nova Ponte Sul, o Terminal de Integração – cujas obras começam no próximo dia 25 – e a integração da estação de metrô da Praça XI à Cidade Universitária. Em longo prazo estão as ligações hidro e ferroviária do campus com a cidade do Rio de Janeiro. “Queremos fazer da Secretaria Municipal de Transportes cúmplice dos nossos projetos inovadores, que podem ser também uma solução para a cidade”, propôs o reitor Aloísio Teixeira.

Segundo o prefeito da UFRJ, Hélio de Mattos Alves, a ligação do metrô da Praça XI com a Cidade Universitária vai encurtar o tempo do trajeto para 15 minutos. “O metrô já se manifestou positivamente e já estamos conversando com algumas empresas de ônibus, mas, para isso, é preciso primeiro que a Prefeitura abra licitação para escolher qual delas explorará a concessão”, explicou. “A prioridade da Prefeitura neste momento é o bilhete único. O que pode parecer um entrave, na verdade, pode ser a solução para diversos outras questões direta ou indiretamente envolvidas, como esta”, apontou Orrico.

Para desafogar o tráfego na Linha Vermelha, deverá ser proposta a criação de uma faixa exclusiva na via expressa. Outra medida que pode ser adotada em breve será a criação do chamado T5, via expressa exclusiva para ônibus que ligaria a Barra à Estação de São Sebastião via Avenida Brasil. O projeto está estimado em R$ 450 milhões, já incluído o alargamento das vias e os segregadores das faixas de veículos.

Workshops UFRJ e Prefeitura

Para debater essas e propostas na área de Habitação, Orrico sugeriu a realização – possivelmente no mês de agosto – de encontros entre a Prefeitura e a UFRJ. “Estamos conversando também com a Secretaria Municipal de Habitação sobre a possibilidade de implementarmos residências universitárias aqui no campus, com a parceria da Caixa Econômica Federal”, disse Carlos Vainer, membro do CTPD. Seriam realizados workshops temáticos, encerrados com a presença de integrantes da universidade e do poder municipal. “Vou fazer um convite ao prefeito para a realização de um encontro reunindo as duas secretarias. A Cidade Universitária é um dos maiores polos geradores de tráfego da cidade e temos que dar um tratamento especial a esta região. Gosto desses projetos inovadores e dou todo o meu apoio a eles”, afirmou Orrico.