Categorias
Memória

Celso Amorim faz palestra para alunos da UFRJ

O ministro das Relações Exteriores, chanceler Celso Amorim (foto), esteve ontem, dia 13 de abril, na UFRJ, para ministrar uma palestra aos alunos da primeira turma do curso de Relações Internacionais da UFRJ. O evento aconteceu no auditório Quinhentão, no Centro de Ciências da Saúde – CCS.

 O ministro das Relações Exteriores, chanceler Celso Amorim, esteve ontem, dia 13 de abril, na UFRJ, para ministrar uma palestra aos alunos da primeira turma do curso de Relações Internacionais da UFRJ. O evento aconteceu no auditório Quinhentão, no Centro de Ciências da Saúde – CCS.

Durante a palestra o ministro falou da importância de estabelecer relações com outros países e mostrou o papel do Brasil na defesa do desenvolvimento  dos países da América do Sul. Celso Amorim declarou que em sua trajetória o Brasil conseguiu conquistar o respeito dos outros países e hoje é reconhecido internacionalmente. “A relação com os Estados Unidos tinha tudo para ser conflitiva. Mas, pelo contrário, os Estados Unidos passaram a respeitar mais o Brasil na política externa”, analisa o ministro.

Celso Amorim também acredita que o Brasil está cada vez mais forte e pensa que a crise financeira não é  empecilho para o desenvolvimento do Brasil. “ Eu acho que qualquer que seja o resultado da crise  em termos relativos, o Brasil sairá mais forte”, declarou Amorim.

Para Vanessa Berner, coordenadora do curso de Relações Internacionais da UFRJ, a presença do ministro é muito importante para a universidade e  para incentivo dos novos alunos. “É um grande impulso para o curso. É extremamente relevante a vinda dele, porque demonstra não apenas o apreço do ministro, que já foi aluno desta instituição, pelo recém-criado curso de Relações Internacionais, mas também é uma expectativa de que o curso realmente seja um sucesso”, explica a professora.

O curso de Relações Internacionais  da UFRJ iniciou o seu ano letivo em  2009. Ao todo foram oferecidas 60 vagas para o primeiro semestre e 60 vagas para o segundo.