Categorias
Memória

Reitor visita Pólo da UFRJ em Xerém

O reitor Aloísio Teixeira esteve em Xerém, nessa segunda-feira, para uma série de reuniões concernentes ao Pólo da universidade no município de Duque de Caxias, no qual foi implementado o curso em Biofísica.

 O reitor Aloísio Teixeira esteve em Xerém, nessa segunda-feira, para uma série de reuniões concernentes ao Pólo da universidade no município de Duque de Caxias, no qual foi implementado o curso em Biofísica.

Acompanhado pelas professoras Belkis Valdman (pró-reitora de Graduação) e Paula Mello (coordenadora do SiBI – Sistemas de Bibliotecas e Informação); e pelos professores Carlos Levi (pró-reitor de Planejamento), Milton Flores (superintendente geral de Administração e Finanças),  Roberto Gambine (superintendente geral da pró-reitoria de Pessoal) e Hélio Mattos (prefeito da Cidade Universitária), o reitor debateu com o coordenador do Pólo, professor Geraldo Cidade, as necessidades do curso, em função da estrutura atual e da demanda futura.

Criado em uma inovadora parceria com a prefeitura de Duque de Caxias, por intermédio do Fundec (Fundação para o Desenvolvimento Social e Tecnológico de Duque de Caxias) e o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial), o curso funciona, provisoriamente, em salas cedidas pela prefeitura caxiense no Parque Tamoio, ao lado do Duque de Caxias Futebol Clube.

No encontro, Geraldo Cidade manifestou preocupação com a falta de espaço para as novas turmas que virão e com a ausência atual de estrutura própria. Mas destacou que questões relativas ao quadro de funcionários melhoraram e que parcerias vêm sendo buscadas com o Inmetro para garantir acesso à internet de qualidade no Pólo, uma vez que os serviços privados de internet no local não seriam adequados às necessidades do curso.

A estrutura própria para o Pólo será edificada em terreno cedido pelo Inmetro. Está prevista a construção de três prédios, um deles voltado, exclusivamente, à pesquisa. O Pólo oferecerá, além de biofísica, os cursos de metrologia, ciências forenses e nanotecnologia. Para atender à demanda mais urgente para a prática laboratorial das turmas já existente, o governo do Estado compartilhará o 2º andar da Escola Técnica do Círculo Operário, no qual serão instalados diversos laboratórios.

Em seguida, o reitor foi ao encontro dos estudantes, para saber deles suas necessidades mais prementes. Os diversos participantes da equipe da Reitoria ali presentes informaram os estudantes acerca das iniciativas que vêm sendo desenvolvidas para qualificar a estrutura de ensino do pioneiro curso de biofísica. O reitor garantiu que fará uma nova visita, possivelmente, no final de abril, e assegurou que é preciso trazer o sentido de urgência do alunado à consecução das medidas demandadas.

A jornada do professor Aloísio Teixeira terminou com uma reunião, na prefeitura de Duque de Caxias, com o prefeito José Camilo Zito, com o intuito de avançar a parceria no Pólo de Xerém e estabelecer novos nichos de cooperação nas áreas de ensino e cultura. O reitor afirmou que o modelo de parceria buscado pela UFRJ em Xerém, bem como em Macaé, pode viabilizar a expansão universitária que o país precisa. Zito, por sua vez, assegurou que a prefeitura está de braços abertos para a parceria, pois compartilha deste sonho.