Categorias
Memória

Inaugurada exposição sobre 68 no MinC

“40 anos de 68: Relembrar, celebrar e entender”. Esse é o nome da mostra que começou no último dia 8 de dezembro, no palácio Gustavo Capanema, com o objetivo de resgatar os principais fatos que marcaram a história do país e do mundo no ano de 1968.

 “40 anos de 68: Relembrar, celebrar e entender”. Esse é o nome da mostra que começou no último dia 8 de dezembro, no palácio Gustavo Capanema, com o objetivo de resgatar os principais fatos que marcaram a história do país e do mundo no ano de 1968.

Com o incentivo do Ministério da Cultura e da UFRJ, a mostra é dividida em duas exposições: “68/Utópicos e Rebeldes” e “1968: A Imaginação da liberdade”.

"68/Utópicos e Rebeldes", exposição do Ministério da Cultura, já passou por São Paulo, Curitiba, Porto Alegre e Belo Horizonte e trata dos principais fatos políticos, culturais e sociais ocorridos no Brasil e no mundo naquele ano.

“1968: A Imaginação da Liberdade”, exposição da UFRJ com patrocínio do Banco do Brasil, já percorreu os campi da universidade e relembra o clima contestatório de 68 através de imagens e textos de professores da UFRJ que tiveram participação ativa nos acontecimentos daquela época.

Na abertura da mostra, houve a premiação oficial da vencedora do concurso de monografias sobre o tema “1968 – 2008: juventude e contestação, ontem e hoje”. A vencedora foi Thatiana Amaral de Barcelos, aluna da Escola de Comunicação, com o trabalho "Imprensa no Exílio".

O júri do concurso foi integrado pelas professoras Leilah Landim, da Escola de Serviço Social, Maria Paula Araújo, do IFCS, Heloisa Buarque de Hollanda, da Escola de Comunicação, Vladimir Palmeira e Lucia Murat.

A mostra “40 anos de 1968” ainda conta com a exibição de filmes, a realizacao de ciclo de debates e uma mostra de artes cênicas que ocupará a Caixa Cultural a partir de 17 de dezembro.

A entrada é franca e a mostra fica aberta à visitação de segunda a domingo, das 10h às 18h, até o dia 21 de dezembro.

O Palácio Gustavo Capanema fica na Rua da Imprensa 16, no centro do Rio de Janeiro.

Veja aqui a matéria em vídeo sobre a exposição.