Categorias
Memória

Consuni aprova novos cursos

O Conselho Universitário (Consuni) da UFRJ, em sessão extraordinária nesta quinta-feira (3 de julho), aprovou a criação dos cursos de bacharelado em Ciências Matemáticas e da Terra, de Saúde Coletiva e de Comunicação Visual Design. As graduações serão oferecidas já no Vestibular de 2009.

O Conselho Universitário (Consuni) da UFRJ, em sessão extraordinária nesta quinta-feira (3 de julho), aprovou a criação dos cursos de bacharelado em Ciências Matemáticas e da Terra, de Saúde Coletiva e de Comunicação Visual Design. As graduações serão oferecidas já no Vestibular de 2009.
 
Primeiro ponto da pauta, a proposta do bacharelado apresentou polêmica no Consuni. O processo, sob vistas de quatro conselheiros, teve a ausência do parecer da representante discente, Carolina Barreto. Já os conselheiros Luiz Antônio  Cunha (CFCH) e Rui Cerqueira (CCS) optaram por um parecer, em conjunto, recomendando o reexame da matéria pelo Conselho de Ensino e Graduação (CEG), instância que já havia aprovado o caso. “Não podemos esquecer dos erros do passado, e a UFRJ precisa apontar as diretrizes acadêmicas para a criação de seus novos cursos”, salientou o professor Luiz Antônio.
 
O parecer do representante dos alunos da Pós-graduação, Licio Caetano, preferiu ir além requisitando o indeferimento do curso. Entretanto, após intensos e democráticos debates, acabou prevalecendo na votação o parecer original do relator, Ricardo Medronho (CT), favorável ao bacharelado que terá 160 vagas no próximo ano. Destas, apenas 15 são novas, as outras serão remanejadas dos cursos de Física, Química, Matemática e Astronomia. 
 
“Estamos votando uma reflexão de cinco anos que tenta dar conta de graves problemas das nossas graduações: baixa procura no Vestibular e evasão. Mais do que a volta do ciclo básico, esperamos que esta experiência seja inovadora, permitindo uma única entrada para os alunos, mas múltiplas saídas”, ponderou a decana do Centro de Ciências e Matemáticas da Natureza (CCMN), Ângela Rocha, destacando que o bacharelado estará sujeito a avaliações ao fim de 2009 e 2010.
 
Aguardado com ansiedade, a votação do curso de Saúde Coletiva teve a marca da emoção. “Estamos vivenciando um momento histórico”, sublinhou o conselheiro Ricardo Medronho (CCS), lembrando que a UFRJ será a primeira universidade da América Latina a oferecer o curso. “Com esta minha modesta participação, espero um dia ver meu filhos ou netos estudando num curso como este, voltado à realidade da população brasileira”, emendou o representante discente Sergio Grechi. A Pró-reitora de Extensão, Laura Tavares, preferiu destacar o caráter interdisciplinar do curso que formará futuros colegas seus. “Quando me formei (sanitarista), em 1978, pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP), pensava que eu era uma espécie em extinção. Esta graduação representa o resgate do antigo com a possibilidade de se criar o novo”.
 
A graduação de Saúde Coletiva prevê uma duração mínima de oito semestres e oferecerá 40 vagas no próximo Vestibular. Outro novo curso é Comunicação Visual-Design, também aprovado por unanimidade.  Ele deverá ter uma duração mínima de 3,5 anos, com uma oferta de 72 vagas. “Uma aspiração antiga da escola que vai responder aos anseios das vozes de nosso tempo. Hoje, se falou muito em história, pois bem ela é uma construção que se faz no presente”, enfatizou a diretora da Escola de Belas Arte, Ângela Âncora da Luz.