Categorias
Memória

Feira de estágios na Cidade Universitária

Teve início nessa terça-feira, dia 6, a segunda etapa da feira de estágios e trainees da UFRJ, Caça Talentos, realizada das 11 às 18 h. O evento ocorre até o dia 8, no hall do Centro de Tecnologia (CT), localizado no campus do Fundão.

 Teve início nessa terça-feira, dia 6, a segunda etapa da feira de estágios e trainees da UFRJ, Caça Talentos, realizada das 11 às 18 h. O evento ocorre até o dia 8, no hall do Centro de Tecnologia (CT), localizado no campus do Fundão. Fruto da parceria entre a UFRJ e o Armazém das Idéias, uma agência de organização de eventos, a feira tem como objetivo aproximar os estudantes de diversos cursos do mercado de trabalho. Sua realização ocorre em duas fases: a primeira, já efetuada no campus da Praia Vermelha no mês de abril, é voltada para os alunos de humanas, e a última se foca em áreas tecnológicas, como engenharias e informática, por exemplo.

A finalidade do evento é de informar aos estudantes os tipos de trabalhos a serem desempenhados nas empresas, assim como difundir a política de cada uma. Para Daniel Baruqui, responsável pela organização da Caça Talentos, tal feira prima pela credibilidade ao ampliar a relação profissionais-alunos. “Os representantes das empresas explicam para os alunos o perfil das instituições em que trabalham, são responsáveis por informar as atividades e os mecanismos que essas realizam e dessa forma atraí-los para os estágios”. Segundo ele, as empresas promovem exibições de vídeos e palestras como forma de atrativo para a recruta de estagiários.

O público presente pareceu entusiasmado com as vagas oferecidas. Os estandes estavam sempre cheios e os estudantes faziam fila para se cadastrar.

Uma das vantagens viabilizadas pela feira, de acordo com os organizadores, é que o aluno pode comparar as vagas de estágio abertas pelas diferentes empresas e escolher as que mais se aproximam de seu perfil. Cerca de 22 empresas participam da Caça Talentos neste ano e mais de duas mil vagas foram abertas.

Segundo Daniela Longobricco, responsável pelo estande da Firjan, além de recrutar recursos humanos de alta qualidade, as empresas também ganham espaço para divulgar suas atividades, sendo uma iniciativa vantajosa. “É de suma importância para nossa empresa noticiar o trabalho que desempenhamos, assim como a captar profissionais de primeira linha como os aqui encontrados”, afirmou.

Esse é o terceiro ano da feira de estágios, sendo o primeiro que ocorre no campus do Fundão. Daniel Baruqui disse esperar que o evento cresça cada vez mais e que dessa forma possa abranger um maior número de áreas. Essa deficiência foi apontada pela estudante de matemática Renata Campos argumentando que “o número de oportunidades é considerável, no entanto, essas são distribuídas desigualmente, exemplo disso ocorre na quantidade de vagas oferecidas para o profissional de matemática, sendo um percentual quase nulo”.

Estandes

O hall do C.T. abriga durante o evento 21 estandes. Profissionais de R.H e marketing buscam tornar suas referentes empresas mais atraentes e construtivas para os alunos. Compõem a exposição a Ambev, Baker Hughes, BRQ, Chemtech, Cia de Talentos, CIEE, Firjan, Fluxo, FMC, Globo.com, Itaú, Lojas Americanas, Lóreal, Marinha, Módulos, Mudes, OceanEering, Repsol, Schlumberger, Shell e World Study. 

Veja aqui a matéria que o Olhar Virtual fez sobre a Feira Caça-talentos.