Categorias
Memória

Hospital do Fundão discute cirurgia de redução de estômago

Na última quarta-feira, dia 11, ocorreu, no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF), o Encontro de Cirurgia Bariátrica. A obesidade vem crescendo em todos os países do mundo e atinge todas as classes sociais. “Já temos 0,3% da população sofrendo de obesidade mórbida.

Foto:Tainá Saramago
Dr João Régis afirma que 0,3% da população sofre de
obesidade mórbida.

Na última quarta-feira, dia 11, ocorreu, no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF), o Encontro de Cirurgia Bariátrica. A obesidade vem crescendo em todos os países do mundo e atinge todas as classes sociais. “Já temos 0,3% da população sofrendo de obesidade mórbida. Até os animais domésticos estão sofrendo de obesidade atualmente.”, afirmou o endocrinologista João Régis durante o Encontro.

A Cirurgia Bariátrica é uma alternativa para quem sofre desse problema e procura uma vida esteticamente e funcionalmente melhor. Os EUA são os campeões nessas cirurgias, em 2003, foram mais de 100 mil.

Foi lembrado também que a obesidade é um fator de grande impacto na expectativa de vida da população. “Hipertensão, morte súbita, Diabetes, Síndrome de Apnéia do Sono, Erisipela, cordões varicosos, depressão. Esses são alguns dos muitos problemas que a obesidade causa ao ser humano”, lembrou o endocrinologista. Após a operação ocorre uma melhora grande na vida do paciente.

O Balão Intra-Gástrico, uma prática intermediária entre o tratamento clínico e a cirurgia, e outras formas de perder peso também foram discutidas durante o evento.