Categorias
Memória

Lista tríplice sai doze de abril

A sessão do Colégio Eleitoral, que irá elaborar a lista tríplice para reitor e vice-reitor da UFRJ, foi antecipada para 12 de abril.  O Consuni também decidiu antecipar para 16 de abril o retorno dos professores Aloísio Teixeira e Sylvia Vargas, licenciados para concorrerem à reeleição, aos seus cargos na reitoria.

 Veja o vídeo desta matéria

A sessão do Colégio Eleitoral, que irá elaborar a lista tríplice para reitor e vice-reitor da UFRJ, foi antecipada para 12 de abril. A resolução aprovada pelo Conselho Universitário da UFRJ, nesta quinta (22/3), deve-se a impossibilidade de um 2º turno na pesquisa eleitoral, pois só há uma chapa concorrente. Pela mesma razão, o Consuni decidiu antecipar para 16 de abril o retorno dos professores Aloísio Teixeira e Sylvia Vargas – licenciados para concorrerem à reeleição – aos seus cargos na reitoria.
Consagrado como direito constitucional (artigo 207), a autonomia universitária ainda está longe de toda a sua plenitude. A lista tríplice para escolha do reitor pelo Ministério da Educação continua em vigor, baseado numa legislação da reforma universitária de 1946.

Votação manual

O processo eleitoral de 2007 será mesmo realizado  através da votação manual. A Comissão Coordenadora da Pesquisa Eleitoral solicitou, em fevereiro, as urnas eletrônicas ao Tribunal Regional Eleitoral, mas o pedido foi negado, no último dia 19. De acordo com o TRE, a decisão foi motivada pelas datas da consulta (2, 3 e 4 de abril) coincidirem com os feriados da Semana Santa, o que dificultaria o recrutamento de funcionários do tribunal para os trabalhos da eleição.
O atraso na solicitação das urnas eletrônicas e a existência de apenas uma chapa inscrita no processo eleitoral foram os outros dois argumentos dados pelo TRE. Ana Canen, vice-presidente da Comissão Coordenadora, garante que o fato não atrapalha em nada o processo eleitoral: “Trabalhamos com as duas possibilidades – votação eletrônica e manual – o tempo todo”, assegura.

Os primeiros

Os estudantes da UFRJ, que pertencem ao Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (CEDERJ), serão os primeiros a votar na pesquisa eleitoral. Para garantir a participação desses alunos, que estudam nos finais de semana, a votação no CEDERJ ocorrerá em 31 de março e primeiro de abril.