Categorias
Memória

Professora da UFRJ recebe Medalha do Mérito Mauá

A vice-diretora da Coppe, Marilita Gnecco de Camargo Braga será agraciada com a Medalha do Mérito Mauá,   na categoria de Cruz de Mauá.

 Marilita Gnecco de Camargo Braga, vice-diretora do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe) da UFRJ, professora do Programa de Engenharia de Transportes, será agraciada com a Medalha do Mérito Mauá,   na categoria de Cruz de Mauá, nesta terça-feira, dia 5 de dezembro. Concedida a personalidades do setor de Transportes pela trajetória profissional e contribuição relevante para a elevação do nível de eficiência dos serviços de transportes, essa é a mais importante condecoração recebida pelos profissionais que atuam no setor. A cerimônia realizada, às 10h30, no Clube de Exército, em Brasília, conta com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

Marilita Gnecco de Camargo Braga é PhD em Transportes pelo Imperial College of Science, Technology and Medicine, Inglaterra, e recebeu a Menção Honrosa no "Smeed Prize", em 1991, na 23ª Conferência Anual da Universities Transport Studies Groups, em Nottingham, Inglaterra. Ela já foi quatro vezes agraciada com o Prêmio CNT Produção Acadêmica da Confederação Nacional do Transporte por trabalhos na área de segurança no trânsito, apresentados nos Congressos da Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (ANPET). Seu mais recente trabalho é um projeto na área de educação para o trânsito. Voltado para crianças e professores, o projeto será implantado a partir do próximo ano, em escolas da rede pública e privada do Rio de Janeiro.

Estudos revelam que a violência no trânsito é a principal causa na mudança de comportamento de crianças que vivem em grandes cidades. Inseguros, os pais investem em produtos de lazer que atraiam as crianças, mantendo-as em casa.

Pesquisa realizada na COPPE, sob a coordenação da professora Marilita, revela que as crianças têm medo e demonstram insegurança diante do trânsito, seja para atravessar ruas ou mesmo saber como se comportar perante situações imprevistas. O projeto que será implantado no Rio tem como objetivo ajudar a crianças a entender a lógica do trânsito e a tomar atitudes em função das circunstâncias.